Polícia Federal fecha cerco contra crime de pedofilia

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

09082010

Mensagem 

Polícia Federal fecha cerco contra crime de pedofilia




Delegado federal revela que a caça aos infratores em Alagoas está apenas no começo

Quem se esconde atrás de um computador para praticar a pedofilia pode ter a residência invadida por agentes da Polícia Federal (PF) a qualquer momento. A perversão pela internet já não fica impune, escondida no mundo virtual. É identificada sem dificuldade e dá cadeia. Como aconteceu com um engenheiro alagoano, preso dentro de casa, no bairro do Feitosa, com mais de 20 gigabytes (GB) de pornografia, incluindo fotos e cenas de sexo com crianças inocentes, tapeadas por criminosos que as faziam interagir até com animais.

O engenheiro Hunilton Lima de Menezes, de 32 anos – solto na última sexta-feira através de habeas-corpus – foi um dos vinte brasileiros presos pela PF, no último dia 27, numa investigação iniciada na Alemanha, que se espalhou por vários países do mundo através da Interpol. No Brasil, a PF escalou cerca de 400 agentes na Operação Tapete Persa para cumprir 81 mandados de busca e apreensão em nove Estados e no Distrito Federal.

Em Alagoas, o trabalho foi coordenado pelo delegado Políbio Brandão, chefe da Delegacia de Segurança Institucional, que investiga crimes de pedofilia, ódio e racismo pela internet. “Como a rede virtual é um ambiente sem fronteiras, você também tem a certeza que ninguém está escondido, mesmo que esteja dentro de casa, no seu quintal”, afirma, frisando que o ambiente cibernético deixa rastros.

E não precisa deixar nada armazenado no HD do computador, em pen drives ou DVDs para ser incriminado. Outro alagoano flagrado, um cozinheiro de 31 anos que mora no VIllage Campestre 2, tinha formatado o HD uma semana antes da operação. Como não havia nada armazenado, ele escapou da prisã em flagrante, mas foi inidicado pelo crime de pedofilia por causa de um perfilque mantinha no Orkut, com fotos de crianças e adolescentes nuas.

Lan Houses

O submundo obscuro de algumas lan houses pode ser um ambiente propício para crimes virtuais. Principalmente quando não há controle da identidade dos usuários ou do conteúdo acessado. Em Alagoas, uma lei estadual foi criada determinando que estabelecimentos façam um cadastro com o nome completo, documentação, endereço, horário e a máquina utilizada por cada cliente.

No entanto, quase ninguém faz isso. Um levantamento preliminar da PF aponta que apenas 35 de mais de 200 lan houses pesquisadas em Maceió preenchem cadastro de forma adequada. E quem não cumprir esta lei, pode incorrer em crimes graves, entre eles a pedofilia. Se o conteúdo pornográfico for localizado num dos computadores, o proprietário precisaria comprovar quem o utilizou. Caso contrário, pode até ser incriminado.

O cerco está se fechando em direção a lan houses, e a coação não é de competência exclusiva da PF. a fiscalização pode vir através de conselhos tutelares, do Ministério Público, das polícias Civil e Militar, bem como do Juizado da Infância e da Adolescência. Já as denúncias devem vir de qualquer lado, seja o usuário do terminal vizinho ou qualquer cidadão que suspeite do crime.


Fonte: GazetaWeb.com

_________________
abcid  Associação Brasileira de Centros de Inclusão Digital
  Diretor de Divulgação e Mídia Digital ABCID
  http://www.abcid.org.br   /  http://www.portaldaslans.com.br

avatar
Alexandre
Admin
Admin

Masculino Número de Mensagens : 942
Idade : 48
Localização : Serra Negra - SP
Nome de sua Lan House : Open World Internet & Café
Ano da Abertura : 2003
Data de inscrição : 14/07/2007

Ver perfil do usuário http://www.openworldsn.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

- Tópicos similares
Compartilhar este artigo em: BookmarksDiggRedditDel.icio.usGoogleLiveSlashdotNetscapeTechnoratiStumbleUponNewsvineFurlYahoo!Smarking

Polícia Federal fecha cerco contra crime de pedofilia :: Comentários

Mensagem em 28/8/2010, 18:11 por Marco FG

Recentemente tive contato com o advogado de defesa de Hunilton, e alguns fatos precisam ser considerados...
Havia uma pasta em seu HD com 4 GB que continha videos com "crianças" de 15 a 17 anos... Videos que circulam
na internet e não feitos por ele... Em nenhum momento ele teve contato com estas "crianças"! Agora a policia tinha que mostrar
serviço, ou eles iam falar que prenderam um pedófilo e dizer que tinha apenas alguns videos...
Pare e reflita porque o juiz mandou soltar ele em apenas dez dias?
O programa utilizado por eles e por muitos, é comum vir pornografia adulta e infantil tudo misturado,
tem muitos videos amadores em que adolescentes se mostram usando suas cameras digitais!
A mídia distorceu o caso, e a PF cresceu nas costas dele!

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem em 16/3/2011, 10:12 por Gino

Em primeiro lugar, o Sr. Hunilton foi denuncado porque mantinha e seu HD e distribuía pela Internet material pornográfico envolvendo menores. Tal fato é crime previsto em Lei. Pedófilo, ademais, não é só aquele que mantém relações sexuais diretas com o menor ou mesmo produz os vídeos. Ser pedófilo não é crime, mas sim certas ações por estes praticadas, como, por exemplo, a pela qual Hunilton foi denunciado. Hunilton foi solto em 10 dias, com parecer favorável do próprio procurador que o denunciou, por não estarem presentes os motivos que autorizam a prisão preventiva, e não por ser ele inocente. Foi solto porque não havia risco de fuga, de que ele viesse a continuar praticando crime ou qualquer outro motivo de conveniência d instrução criminal. Pegar vídeos na internet que envolvam menores e mantê-los em arquivo é crime.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem  por Conteúdo patrocinado

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum