Portal aposta em cobertura participativa para monitorar eleições

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

12082010

Mensagem 

Portal aposta em cobertura participativa para monitorar eleições




Iniciativa mapeia denúncias para atuar como observatório do pleito em 2010. Parcerias com escolas de jornalismo e lan houses busca garantir verificação das informações

Com uma aposta em uma cobertura participativa, um grupo de jornalistas lança o Eleitor 2010, projeto que une redes sociais e eleitores com disposição de cobrir a campanha deste ano. Com documentação de notícias, denúncias e situações referentes aos candidatos, a expectativa é que as matérias possam ser confirmadas por fotos e vídeos.

Para participar, é possível enviar a denúncia para o site por email, microposts no Twitter identificados com hashtags (expressões precedidas do símbolo "#" que facilitam as buscas de manifestações sobre determinados assuntos) ou diretamente na plataforma. Segundo os organizadores, uma ferramenta para contemplar mensagens de texto via celular (SMS) será oferecida em uma segunda etapa, devido aos custos da operação.

Os relatos são avaliados por uma equipe de moderadores que confirmam os dados e, então, publicam o conteúdo. Há também uma equipe de voluntários do site, que vasculha outros portais para colher informações e notícias relevantes. "A credibilidade da informação virá do material anexado, como fotos e vídeos, e da quantidade de pessoas relatando o mesmo episódio", explica Paula Góes, uma das idealizadoras do projeto.

Segundo Thiana Biondo, assessora do projeto, há um plano para fazer parcerias com escolas de jornalismo e lan houses. O objetivo é a montagem de equipes pelo país que possam averiguar denúncias in loco e depois enviar essas informações para a plataforma.

Em um mapa do Brasil, os relatos são apresentados e organizados por categorias, como compra de votos, lixo eleitoral, uso da máquina administrativa etc. Todas as denúncias ficam disponíveis, de maneira transparente e os dados do denunciante podem ser mantidos em sigilo.

O projeto utiliza a plataforma Ushahidi, que combina recursos do Google Mapas e ferramentas de envio de informação (SMS, twitter e e-mail), monitorando praticamente em tempo real e reunindo dados em um mapa interativo. O publicador foi usado pela primeira vez no período de violência pós-eleitoral do Quênia em 2008 pela população e por grupos de ajuda humanitária. Por ser de código-aberto, a ferramenta foi usada em campanhas eleitorais, catástrofes naturais e também em situações que envolvam crises sociais.

Até o dia 10 de agosto havia 126 contribuições de eleitores e de membros da equipe. Foram 113 publicados e 73 marcados como não-verificados, os outros 13 não foram publicados por não passarem pelos critérios de moderação.


Fonte: Rede Brasil Atual

_________________
abcid  Associação Brasileira de Centros de Inclusão Digital
  Diretor de Divulgação e Mídia Digital ABCID
  http://www.abcid.org.br   /  http://www.portaldaslans.com.br

avatar
Alexandre
Admin
Admin

Masculino Número de Mensagens : 942
Idade : 48
Localização : Serra Negra - SP
Nome de sua Lan House : Open World Internet & Café
Ano da Abertura : 2003
Data de inscrição : 14/07/2007

Ver perfil do usuário http://www.openworldsn.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

- Tópicos similares
Compartilhar este artigo em: diggdeliciousredditstumbleuponslashdotyahoogooglelive

Portal aposta em cobertura participativa para monitorar eleições :: Comentários

Mensagem em 13/8/2010, 06:51 por paula

Obrigado pela menção Alexandre! Esperamos contar com o apoio das lan houses, e estamos inclusive preparando um kit Eleitor 2010 especial! Por hora, aproveito para deixar o link do site e dizer que todos estão convidados para relatar lá as irregularidades que encontrarem!


Eleições sem corrupção já!

Abraços
Paula

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum