Prefeitura de SP LIBERA o Orkut nos telecentros

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

22092008

Mensagem 

Prefeitura de SP LIBERA o Orkut nos telecentros




Usuários podem pedir a liberação do site de relacionamento.
Decreto de Kassab proíbe acesso a conteúdos pornográficos.


A Prefeitura de São Paulo bloqueou o acesso a sites da Internet com conteúdos relacionados a sexo, drogas, pornografia, pedofilia, violência e armamento nos órgãos da administração municipal direta e indireta, de acordo com decreto do prefeito Gilberto Kassab, de 14 de agosto.

As empresas públicas e organizações não governamentais (ONGs) com as quais a Prefeitura têm convênio também ficam obrigados a adequar suas redes de comunicação e de dados, de forma a impossibilitar o acesso a conteúdos inadequados. Ao todo, 150 telecentros - que permitem o acesso gratuito à internet pelos usuários – dos atuais 286 existentes, são frutos de parcerias de ONGs com a Prefeitura de São Paulo.

Apesar disso, Frederico Guidoni Scaranello, coordenador do Inclusão Digital, programa da Secretaria de Participação e Parceria, o acesso ao Orkut, site de relacionamentos mais popular no Brasil, está liberado nos telecentros.

“Não está proibido acessar o Orkut. O que acontece é que às vezes o sistema de filtros que bloqueia as páginas com conteúdos proibidos pode negar o acesso. Neste caso, o usuário pode se dirigir ao orientador ou ao supervisor do telecentro para pedir a liberação da página. Ele vai entrar em contato com o suporte técnico, que vai analisar a página e liberá-la. Da próxima vez, não será mais bloqueada”, explicou.

De acordo com o coordenador, são utilizados filtros de conteúdo por palavras para impedir o acesso às páginas. “Se digitar a palavra ‘sexo’ em uma busca, por exemplo, Usuários podem pedir a liberação do site de relacionamento.
Decreto de Kassab proíbe acesso a conteúdos pornográficos.vai bloquear as páginas com este conteúdo. Assim como pode acontecer com o Orkut também pode acontecer de a pessoa estar fazendo uma pesquisa científica e a página ser bloqueada. Neste caso, o procedimento é o mesmo”, explicou.

Cerca de 90% dos telecentros utilizam o sistema ADSL de banda larga da Telefonica, a concessionária de telefonia do Estado. Neste caso, são utilizados filtros de hardware e software para controlar o conteúdo. “Estes filtros bloqueiam por exemplo um e-mail sem assinatura, caso o usuário o abra em um telecentro. Imagine um adulto recebendo um e-mail sem assinatura com conteúdo pornográfico, como uma foto, e uma criança ao lado dele. Pelo tipo de assinatura, o e-mail pode ser desbloqueado”, disse.

Já os órgãos da administração direta e indireta passarão a utilizar uma nova tecnologia fornecida pela Telefonica, o sistema MPLS de banda larga, que já conta com os filtros embutidos, tornando ainda mais rigoroso o controle do conteúdo e, por conseqüência, o acesso a determinadas páginas.

Fonte: G1 da Globo

_________________
abcid  Associação Brasileira de Centros de Inclusão Digital
  Diretor de Divulgação e Mídia Digital ABCID
  http://www.abcid.org.br   /  http://www.portaldaslans.com.br

avatar
Alexandre
Admin
Admin

Masculino Número de Mensagens : 942
Idade : 48
Localização : Serra Negra - SP
Nome de sua Lan House : Open World Internet & Café
Ano da Abertura : 2003
Data de inscrição : 14/07/2007

Ver perfil do usuário http://www.openworldsn.com.br

Voltar ao Topo Ir em baixo

- Tópicos similares
Compartilhar este artigo em: BookmarksDiggRedditDel.icio.usGoogleLiveSlashdotNetscapeTechnoratiStumbleUponNewsvineFurlYahoo!Smarking

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum